Qual a principal diferença entre um banco digital e um banco presencial?

O bancos digitais surgiram na esteira de todas as inovações nas relações de comércio dos últimos anos: a virtualização total e comodidade máxima para o cliente.

Eles têm uma proposta muito simples: o cliente tem uma conta bancária onde pode fazer todas as operações básicas de um banco comercial, tem mais liberdade e contar com um suporte mais eficiente na parte de investimentos e não precisar mais ir na agência.

É um modelo que tem crescido bastante em todo o mundo e no Brasil está despertando o desejo de muitas pessoas, especialmente aquelas que não querem ter trabalho presencial algum para resolver seus problemas bancários.

Mas em meio a tantas vantagens, qual a principal diferença entre um banco digital e um banco presencial? É o que veremos a seguir. E se você quer começar com um banco digital você pode abrir uma conta Sofisa.

Existe uma diferença principal entre banco presencial e banco digital?

Podemos dizer que não.

Na verdade, existem dois modelos de negócio muito diferentes, com propostas específicas, e dentro de cada um as características que podem tornar um mais vantajoso que o outro, conforme o perfil do cliente.

A idade é um fator decisivo na escolha do modelo de banco

  1. Pessoas da terceira idade tendem a preferir os bancos presenciais, pois já vivenciam há muitos anos este modelo, baseado no relacionamento com o gerente e os funcionários. E muitos têm dificuldades com o uso da tecnologia – muitos bancos ainda mantém suas equipes de atendimento a clientes para os terminais eletrônicos nas agências.
  2. Jovens são atraídos pelo modelo digital. Nasceram em um mundo onde praticamente não entram mais em lojas físicas – tudo é feito pela internet. Certamente um banco é o último lugar que eles querem ir.

A classe social é um fator decisivo na escolha do modelo de banco

  1. Pessoas de maior poder aquisitivo preferem o modelo digital, pois sabem que o relacionamento com o gerente, hoje em dia, se resume a scores de produtos na conta e raramente os gerentes atendem nas agências.
  2. Já as pessoas de menor poder aquisitivo ainda dependem muito de saques e cheques para o comércio, dois itens onde o banco presencial ainda é imbatível para que realmente precisa.

Quais as vantagens de um banco digital?

De uma forma geral, os bancos digitais atendem o principal: tarifas muito baixas ou até nenhuma em alguns bancos.

Isso se deve à ausência de estrutura física de agências, de grande número de funcionários e equipamentos – o banco digital tem um número pequeno de pessoas e pode funcionar até mesmo em uma sala comercial, já que tudo dele se resume aos sistemas e aplicativos que são criados.

Outro aspecto importante é a comodidade: tudo se resolve pela internet, usando o site e o aplicativo do banco. Até mesmo um depósito em cheque pode ocorrer digitalmente.

E por fim, os correntistas tem a grande liberdade de usar todos os serviços oferecidos e principalmente os de investimentos – praticamente todos os bancos digitais foram criados a partir de bancos de investimento, o que resulta em ferramentas digitais mais simples e seguras para os produtos financeiros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *