O que é a Renda Fixa e Como Começar com Esse Investimento?

O que é a Renda Fixa e Como Começar com Esse Investimento? (Foto: internet)

Quem busca manter o seu dinheiro bem investido para conseguir aproveitar futuramente, precisa conhecer o investimento renda fixa. Esse é um dos melhores investimentos para conseguir poupar e depois conseguir investir com maior segurança, sendo algo que tem sido muito procurado.

Hoje em dia, muitas pessoas acabam aplicando o seu dinheiro na poupança, mas essa é uma maneira de apenas poupar dinheiro, sem fazer com que ele consiga crescer. Existem modalidades de investimentos que podem garantir uma boa reserva de dinheiro para conseguir ganhar ainda mais futuramente.

Como funciona o investimento renda fixa?

O que é a Renda Fixa e Como Começar com Esse Investimento? (Foto: internet)
O que é a Renda Fixa e Como Começar com Esse Investimento? (Foto: internet)

A renda fixa é uma modalidade de investimento em que as pessoas podem conhecer ou prever como vai ser a rentabilidade, antes de começar a realizar a sua operação. Diferente de outras rendas variáveis, como é o caso da Bolsa de Valores, a rentabilidade desse negócio não é garantida, ainda podendo trazer prejuízos.

Para o investimento renda fixa não vai existir mistério algum, pois é bem simples de entender. O investidor vai contar também com o Fundo Garantidor de Crédito, sendo uma boa segurança. A rentabilidade da Renda Fixa é muito boa, rendendo melhor do que uma poupança.

Os bancos, instituições financeiras e até o governo precisam de recursos para conseguir financiar os seus projetos e continuar as suas atividades. É nesse ponto de captação de recursos que o investimento renda fixa está presente.

Para conseguir investir na renda fixa e entender o seu funcionamento é como se o seu dinheiro fosse emprestado para uma dessas instituições. Eles vão utilizar o seu dinheiro para poder financiar as atividades, e em troca, vão devolver o dinheiro com uma boa porcentagem de taxas de juros.

A melhor parte da renda fixa é que existem diferentes tipos de títulos. Por isso, existem grandes possibilidades de investimentos diferentes para poderem serem feitos. É possível escolher um título que tenha mais a ver com você, com seus objetivos e com o momento que você vive, combinando com outras modalidades também.

Tipos de renda fixa

Uma maior diversificação é uma maneira de conseguir ter maior rentabilidade e também segurança. Conhecer os diferentes tipos de investimentos pode ajudar a fazer uma boa escolha para começar a investir. Escolhendo o melhor título para os seus objetivos é bem importante.

Como existem diferentes tipos de títulos para renda fixa, fica a escolha de cada um escolher um que faça mais sentido naquele momento. Existem os títulos que são emitidos pelos bancos, financeiras e os títulos emitidos pelo governo.

Com opções muito boas para cada um desses tipos, é possível escolher o que tem a melhor rentabilidade ou aquele que tem mais a ver com você. As menores instituições acabam oferecendo também as melhores rentabilidades de investimento renda fixa por não contarem com publicidade e assim precisarem de investidores.

Para começar a investir, não é preciso também começar a abrir conta em diversas instituições para poder participar. É possível contar com uma corretora de valores, onde ela vai ajudar a escolher aplicar o seu dinheiro nos diferentes títulos disponíveis, ou usando a sua conta também.

Conheça as 5 profissões mais perigosas do Brasil

Saber qual carreira seguir nem sempre é fácil, pois com tantas profissões é difícil saber qual é aquela que irá fazer seus olhos brilharem. Mas se você gosta de adrenalina e deseja ter bons salários, talvez escolher uma das profissões mais perigosas pode ser uma boa opção.

Ainda não conhece quais são essas profissões? Pois então esse artigo é para você, continue conosco e descubra a seguir quais são as 5 profissões mais perigosas do Brasil! 

Policial 

O policial é o profissional que cuida da segurança dos brasileiros e por isso está constantemente em contato com bandidos e com tiroteios, por isso essa é considerada uma das profissões mais perigosas do Brasil.

Por mais que o policial ande bem equipado com colete a prova de balas e algumas vezes até carros blindados, além é claro das suas armas, ele ainda corre muito risco não só durante o período de trabalho, como também fora dele.

Mas não são todos os tipos polícia que são consideradas profissões perigosas. O policial federal, por exemplo, que é uma das carreiras mais almejadas, não costuma estar em constante contato com perigo, por isso se você deseja seguir essa profissão, já está na hora de começar a se preparar para o concurso polícia federal 2020.

Mineiro

Mais uma das profissões que estão na nossa lista de mais perigosas do Brasil é a de mineiro, pois esse profissional está em constante contato com metais pesados que podem afetar de forma negativa a sua saúde.

Além do mais, geralmente o mineiro trabalha em locais com alto risco de acidente, por isso ele poderá sofrer algum acidente que poderá trazer graves consequências.

Eletricista

Muitas pessoas não sabem, mas o eletricista também pode ser considerado um profissional que exerce uma das profissões de mais risco no Brasil. Esse profissional tem contato constante com cabeamento de alta tensão, assim caso ocorra algum incidente, poderá ser fatal.

Além do mais, o profissional também costuma atuar em lugares muito perigosos e por isso corre muitos riscos.

Profissionais da área da saúde

Os profissionais da área da saúde como médicos, enfermeiros, anestesistas etc. também possuem uma profissão de risco, pois como eles tem contato direto com pessoas doentes, possuem altos riscos de pegar algum tipo de infecção. 

Pintores

A profissão de pintor também é considerada uma das profissões mais perigosas do Brasil, pois esse profissional muitas vezes faz pintura em lugares muito altos e com pouca estrutura, por isso correm o risco de cair e até mesmo sofrer uma fratura grave ou morrer.

Além do mais, o pintor também está exposto a vários componentes químicos que podem fazer mal a sua saúde.

Motoboy 

O motoboy não é um profissional muito bem remunerado, mas essa é uma das principais profissões mais perigosas do Brasil. O motoboy está correndo vários riscos, como de acidentes de trânsito, assaltos, quedas e muito mais, por isso ele deve estar sempre atento para conseguir ter um trabalho com segurança.

Alguma dúvida sobre esse artigo? Deixe um comentário que responderemos você! 

4 dicas de como começar seu próprio negócio agora mesmo!

Está com uma grana guardada, quer empreender e não sabe o que fazer? Confira neste post 4 dicas de como começar seu próprio negócio agora mesmo!

O medo de arriscar o dinheiro que levou tempo para poupar é mais comum do que você imagina. Algumas pessoas preferem ter apego e serem cautelosos nesse momento de decisão, mas pensar que é para dar um Up na vida e se imaginar vivendo isso é mais empolgante do que qualquer apego.

O mais importante para começar seu próprio negócio é ter brilho nos olhos e estar entusiasmado com a ideia. Se é algo que você está sonhando já faz um tempo, anda se imaginando e cultivando essa ideia dentro de você, é porque de fato você quer isso.

Se você já sabe qual é a sua paixão e se sente preparado para montar seu próprio negócio, agora é a hora de colocar a mão na massa. Confira essas 4 dicas de como começar:

Planeje seu negócio

O primeiro passo para realizar esse sonho é planejar o seu negócio. É o momento de você pensar em cada detalhe. É um serviço ou um produto? Será físico ou online? Qual o ponto ou qual a plataforma? Precisará de colaboradores?

Esse é o momento em que você deve avaliar toda a burocracia necessária para abrir seu negócio, conferir legislação e tudo que ele demanda, como suprimentos, internet, telefone, entre outros.

Defina suas parcerias e fornecedores

É preciso definir muito bem quem estará com você nessa jornada, pessoas e oportunidades que terão o mesmo comprometimento que você.

Se você for precisar de contratar pessoas para trabalhar com você, é preciso avaliá-las muito bem por meio de um processo seletivo, testando seus conhecimentos, analisando seu comportamento e questionando o que for pertinente para a empresa.

Caso precise de fornecedores em seu negócio, é preciso saber negociar preço, prazo de entrega, avaliar o produto, entre outras questões. Se você trabalha produzindo bolsas de corino para vender pela internet, por exemplos, você precisa correr atrás de fornecedores de que tenham qualidade e preço bom.

Pesquise sobre o mercado

Se você quer entrar nisso de cabeça, é bom entender muito bem o que está fazendo, portanto comece a estudar. Faça uma pesquisa profunda sobre o seu nicho de mercado e se torne um expert no assunto.

É legal também acompanhar tendências e ver o que será novidade, para já se programar para esses momentos que aquecem o mercado. E não fique preocupado caso o mercado seja competitivo, isso significa que é um nicho que tem espaço para todo mundo, e você também pode se dar bem!

Analise os concorrentes

Dentro da pesquisa de mercado que irá fazer, pesquise sobre quem são seus concorrentes diretos e indiretos. A análise de concorrentes é fundamental para manter a competitividade e melhorar seu serviço e processos.

Avalie o ambiente, os produtos e serviços ofertados, como divulgam seu negócio, quais tipos de desconto eles oferecem, seus pontos positivos e fracos, atendimento, ticket médio, entre outras observações que você pode fazer.

4 formas de personalizar sua empresa

Se você tem uma empresa e quer atrair mais clientes, uma maneira é investir em marketing, mas não é apenas o marketing nas redes sociais, anúncios e derivados. Você precisa fazer com que a sua marca ou produto seja reconhecido por todos de maneira visual, ou seja, quando ver a primeira vista já sabe de que se trata da sua empresa e o que ela faz.

Outra maneira de marketing em objetos como camisetas, canecas, canetas, agendas, etc. E se você quer saber algumas formas de personalizar sua empresa e ter mais clientes, então continue lendo que vamos contar tudo a você.

 

Personalize produtos

Personalizar os objetos de brinde para clientes e até mesmo para os seus funcionários é uma ótima e barata opção, isso porque eles irão levar esse brindes para casa e outras pessoas acabam conhecendo a sua empresa.

E se você não quiser terceirizar, pode fazer tudo in loco, com uma máquina de estampar camisetas ou estampar canecas você mesmo consegue personalizar os produtos. Uma das vantagens é que assim você controla a quantidade de estoque e quando precisará de fazer mais brindes.

Você pode ainda investir em outros tipos de brindes personalizados, como canetas, agendas e calendários. Possuem baixo custo de produção e ainda são muito usados.

 

Tenha uma logomarca que chame atenção

Se sua empresa não tem uma logomarca você já está ficando para trás, caso já tenha uma logo, talvez seja uma boa ideia rever se ela está representando bem a sua marca. A logomarca é responsável por chamar atenção do seu cliente e de outros possíveis clientes. Que ao verem a sua logomarca e slogan logo vão assimilar ela com os serviços oferecidos pela empresa.

Então se você quer personalizar a sua empresa, precisa de ter uma logomarca que chame atenção e ao mesmo tempo traduza tudo o que a sua empresa faz.

 

Esteja presente nas redes sociais

As redes sociais são de extrema importância para se conseguir personalizar a sua empresa, pois hoje em dia todo mundo está online, e empresas que não têm perfis estão ficando para trás e perdendo clientes.

Mas para ter redes sociais com o intuito de personalizar sua marca é preciso ter um planejamento de marketing digital para que você não acabe ficando conhecido pelos erros do que pelos acertos na rede.

Por isso, se você não tem conhecimento sobre o assunto é importante que você contrate especialistas no assunto ou estude a fundo como ter redes sociais personalizadas e que levem sua marca e transmitam a mensagem da sua empresa para os clientes e para os futuros clientes.

 

Invista no atendimento

O atendimento aos clientes e futuros clientes também é uma maneira de personalizar a sua empresa. Pois quando se tem um time de atendimento que atende bem você consegue ganhar reputação com os clientes, que vão também contar isso para outras pessoas e que poderão vir a se tornarem clientes no futuro.

Essas são algumas maneiras de personalizar a sua empresa, focando em atrair mais clientes, apesar de parecerem simples, são estratégias que realmente funcionam e que você terá bons resultados se executá-la da maneira certa.

Veja como evitar golpes em seu negócio

Quem é empreendedor sabe que corre o risco de sofrer algum tipo de golpe em seu negócio. A cada dia que passa, pessoas más intencionadas intensificam suas táticas de golpes contra diversos estabelecimentos causando grandes prejuízos, entre eles o roubo de dados, ações de estelionatários, furto em seu estabelecimento e os conhecidos calotes.

Desse modo, o melhor modo de evitar que golpes ocorram em seu negócio é a prevenção. É preciso que você fique atento a qualquer atitude suspeita e também aderir a algumas medidas preventivas. Veja agora algumas dicas de como evitar golpes em seu negócio.  

Utilize antivírus em transações online

É imprescindível que você como empreendedor utilize um bom antivírus para a realização de transições online. Há todo momento, cresce o número de hackers que vivem desenvolvendo meios para roubar dados e informações importantes como, por exemplo, dados e senhas bancárias.

Você precisar ter esse cuidado em especial, se o seu negócio atua no âmbito virtual.  Por isso, instale um antivírus de qualidade e mantenha sempre o seu computador atualizado. Evite se possível, usar computadores de terceiros para digitar algum dado de sua empresa. Desconfie de aplicativos que você não saiba a procedência ou que não tenha indicação.

Veja os documentos com atenção

Se o seu negócio trabalha com sistema de crediário, é muito importante que todos os documentos sejam analisados com atenção. Ao tentar fazer uma transação, peça ao cliente que mostre os seus documentos originais com foto.

Caso a foto seja recente em um documento que foi emitido há muitos anos, desconfie. Peça para o cliente explicar por meio de provas, o porquê de uma foto nova em um documento antigo.

Confira com atenção outros detalhes como, por exemplo, o nome. O nome contido no RG deve estar do mesmo jeito apresentado no comprovante de residência, sem abreviações, pois essa é uma das estratégias dos golpistas.

Instale câmeras de segurança

Instalar câmera de segurança em seu estabelecimento também vai ser de grande ajuda para evitar um dos golpes mais comuns, o golpe por parte de funcionários. Algumas empresas sofrem golpes de onde menos se esperava, nesse caso, de associados ou colaboradores.

Por isso a câmera é uma peça fundamental para prevenir que acontecimentos como esse ocorram. Ela também vai ajudar contra pequenos furtos que ocorrem em estabelecimentos comerciais, que visivelmente não possui esse tipo de proteção. Então, a dica é: independente do seu negócio instale uma câmera, pois segurança nunca é demais.

Evite vender para receber depois

Outro tipo de golpe muito comum estar na venda para receber depois, o famoso ‘fiado’. Para evitar vender “fiado” você pode adquirir uma maquina de cartão de crédito para MEI. Hoje em dia, dificilmente uma pessoa não possui ou não conheça alguém que tenha um cartão de crédito, que poderá usar para realizar compras.

Sendo assim, implemente em seu negócio a maquina de cartão de crédito para MEI, que é uma das formas mais seguras de realizar uma venda.

Confira antes de pagar

Antes de pagar qualquer coisa, confira antes. De modo geral, os empreendedores costumam pagar muitos impostos e também boletos.

Porém, o golpe do boleto falso tem se tornado muito comum. Eles costumam vir com o nome semelhante a de uma instituição verdadeira, com vencimento rápido e por isso, alguns empreendedores terminam pagando.

Confira todos os boletos que precisam ser pagos, se preciso, fazendo uma breve pesquisa junto a órgãos competentes.

Trabalhos de freelancer: veja o que pode dar certo

O mercado de freelancers está crescendo cada vez e chegando a um número maior de atividade, incluindo algumas que eram tradicionalmente feitas dentro das empresas, por empregados.

Com o tempo, as empresas perceberam que o custo para ter determinadas atividades e setores inteiros era grande em relação ao benefício; era preferível definir os projetos, estabelecer as necessidades e contratar profissionais independentes – os freelancers – para atuar em diversas etapas.

Mercado e freelancers: o jogo de ganha-ganha

Por outro lado, para os freelancers é uma grande vantagem, poder atender vários clientes, negociar preços conforme a complexidade e o prazo, e trabalhar de casa, sem o custo de ponto comercial e despesas operacionais.

Com esse encontro de interesses, a tendência é continuar expandindo, não só em variedade de atividades mas na oferta de serviços, com mais empresas adotando o modelo.

Veja o que pode dar certo no trabalho de freelancers. Certamente um talento seu pode se beneficiar deste modelo de negócio.

Cuidados para trabalhar como freelancer

Como todo negócio próprio, é preciso ter uma estratégia de mercado para vender-se como freelancer. Vamos falar de alguns cuidados:

Defina uma especialidade

Você tem muitos talentos com os quais pode conseguir trabalhos e guardar dinheiro? Mas no começo, o ideal é especializar-se em um deles e fazer toda a sua estratégia sobre ele.

Dessa forma, você constrói a sua reputação no mercado, torna-se reconhecido e também se acostuma com o ritmo de trabalhos e entregas. Assim que sentir-se seguro, pode incluir uma nova habilidade e assim expandir seu negócio aos poucos.

Precifique-se com realismo

Fazer um preço muito baixo, além de dar ao cliente a dúvida sobre a qualidade (preço baixo, desconfie, lembra?) também vai dificultar para subir quando o seu movimento estiver bom e você quiser apostar na demanda.

Por outro lado, um preço alto dificulta a entrada no mercado, mesmo que você esteja certo de que vai entregar um trabalho diferenciado – mas o mercado não conhece, e a concorrência é grande.

Regularize-se já

Você vai atender empresas, que tem a sua burocracia e só pagam mediante uma nota fiscal. Por esse motivo, é importante começar com um regime fiscal definido.

O ideal para freelancers é o MEI (Microempreendedor Individual), que tem o custo de imposto mais baixo entre todas as opções e é muito simples de abrir um cadastro. Você poderá emitir a NF no site da Receita municipal.

01 – Designers

Esta é uma das atividades mais procuradas no mercado freelancer, para quem gosta de criação e desenvolvimento de projetos de produtos, soluções digitais e campanhas, entre outros.

É um serviço essencial para as empresas e marcas no mercado digital, onde a qualidade visual e a conexão simples com o público-alvo são fundamentais.

02 – Redatores de Conteúdo

Os conteúdos são a forma mais profunda de interagir com a audiência e obter tráfego, cliques e vendas. Para isso, é preciso investir em construção textual de alta qualidade e recursos de otimização (SEO).

Porém, construir textos não é algo simples (vide o terror da Redação nos concursos), por este motivo as empresas preferem contratar redator freelancer que dominem essas técnicas para ganhar eficiência, agilidade e qualidade nas publicações.

03 – Produtores de Vídeo

Os vídeos estão se tornando veículos mais eficazes de criação de conteúdo, portanto as empresas estão começando a investir em formas de produção.

Vídeos não são um dia a dia de produção nas empresas e contratar freelancers é uma opção quase imediata, para ganhar com o know-how do profissional e produzir com rapidez.

04 – Programadores

Se você domina novas linguagens de programação, para aplicações de desktop e aplicativos, esse é um mercado muito promissor.

As empresas querem investir em sistemas de gestão específicos de seu negócio, que sejam mais leves e focados, e principalmente para aplicativos visando aumentar a abrangência de seus produtos e serviços.

O trabalho de programação é bastante específico e um profissional freelancer qualificado terá mercado, com projetos de alto valor.

 

Você sabe o que é E-Social?

Um assunto que andou bastante em discussão em 2018 é a implantação definitiva do E-Social, que ficou conhecido como uma obrigação legal para empregadores domésticos.

Porém, o E-Social é obrigatório a todas as empresas que possuam pelo menos 1 funcionário registrado em carteira e não apenas os empregadores domésticos.

Porém, como o grande impacto da mudança de processo e burocrática recaiu sobre quem não tinha obrigação eletrônica alguma – os empregadores domésticos – estes foram os mais atingidos, exigiu conhecer caminhos burocráticos que eram desconhecidos.

De forma geral, o E-Social veio facilitar bastante o trabalho dos escritórios e setores de contabilidade e formalizar as obrigações com outras categorias, e assim preservando direitos.

O que é o E-Social?

O E-Social é um projeto criado em conjunto por vários importantes órgãos do Governo Federal que lidam com informações trabalhistas – Receita Federal, Ministério do Trabalho, Ministério da Previdência Social, INSS e Caixa Econômica Federal – com o objetivo de concentrar a inclusão e a consulta de todos os dados trabalhistas em um só sistema.

Desde o processo de registro da CTPS até o recolhimento da parcela patronal do INSS, registro de acidente de trabalho e uma série de outros fatos e informações, tudo deve ser inserido no E-Social, respeitando o calendário fiscal de cada rotina.

Parte das informações – podemos dizer que a grande maioria – é inserida pelos empregadores individuais, setores de contabilidade de empresas e escritórios de contabilidade contratados.

E muitas são inseridas pelos órgãos do Governo, além do controle do que é obrigatório informar e o principal: a situação de regularidade de cada empregado brasileiro.

Quais as vantagens do E-Social?

O E-Social gera uma série de benefícios importantes, que não são financeiramente avaliados, mas de grande valia para o funcionamento de toda a estrutura de atendimento trabalhista do Estado e também de uso dos empregadores, advogados e órgãos da Justiça.

Agilidade para prestar as informações

O sistema permite que diversas informações sejam prestadas em um único lugar, poupando o trabalho de usar vários sistemas e até processos que ainda eram manuais. É mais rapidez para o empregador

Elimina duplicidade de informações

Cada empregado tem uma história construída a cada fato e isso ajuda a elimina a redigitação de uma série de dados e impede que um mesmo documento seja entregue em duplicidade – ao tentar inserir, o sistema avisa que o documento já existe.

Maior segurança e confiabilidade

O E-Social traz segurança, pois evita as inconsistências entre os documentos entregues. O envio é eletrônico, poupa tempo e garante a integridade das informações pelo controle do sistema.

Maior fiscalização e menor risco de sonegação

Com todos os dados, informações e fatos registrados no E-Social, o Governo consegue fiscalizar melhor e também impede (ou no mínimo dificulta) a sonegação de impostos.

Quais as obrigações trabalhistas previstas no E-Social?

Para exemplificar, abaixo estão as principais obrigações – declarações de informações, de fatos e recolhimento de tributos. Mas todas as existentes estão previstas.

  • Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)
  • Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIP)
  • Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT)
  • Livro de Registro de Empregados (LRE)
  • Quadro de Horário de Trabalho (QHT)
  • Guia da Previdência Social (GPS)
  • Guia de Recolhimento do FGTS (GRF)
  • Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF)

Desafios de segmentos de mercado com o E-Social

O E-Social representa uma série de vantagens operacionais e legais, para empresas, empregados e Governo.

Por outro lado, diversos segmentos deverão ter uma atenção especial com seus processos, com a forma como fazem para que a transição seja a melhor possível e não haja atrasos e impactos nas datas determinadas para cada obrigação.

Os pequenos comércios como restaurantes, lojas de roupas e até mesmo as construtoras são grandes geradores de primeiros empregos, portanto devem ter atenção com o processo de registro da CTPS, do contrato de trabalho, de uma série dados iniciais e tudo com 30 dias (ou até menos) para concluir o primeiro mês fiscal trabalhista destes empregados.

 

Acho que já está na hora de você ter uma contabilidade online e atualizar sua empresa com as obrigações legais do governo.

 

Você está atualizado sobre a melhor gestão financeira para sua empresa?

Empreender é, sem dúvida, um grande desafio composto de muitos objetivos, responsabilidades e compromissos.

No Brasil, este desafio torna-se ainda maior, com uma conjuntura econômica dependente em excesso do poder público, uma carga tributária das mais altas do mundo e burocracia em excesso, consumindo tempo e dinheiro e prejudicando o planejamento e a performance dos negócios.

Por este motivo, muitas empresas acabam dedicando-se mais à gestão do dinheiro do que às estratégias de conquista de mercado e vendas, o que é prejudicial para o negócio como um todo, principalmente nas empresas onde o empreendedor tem de ser envolver em todas as questões.

Mas a realidade se impõe, e estar atualizado sobre as finanças do país e do seu setor de negócio é fundamental para uma gestão eficiente. O tempo dos negócios é cada vez mais menor, decisões não podem esperar muito.

Você está atualizada sobre a melhor gestão financeira para sua empresa? Vou dar algumas dicas valiosas para ajudar você e sentir-se mais preparada para os desafios do dinheiro no Brasil.

1 – Você tem um espaço do dia para a leitura financeira?

Decisões financeiras do governo e do mercado podem acontecer em questão de dias e até de horas. Por isso é importante estar atualizado, lendo sites, jornais e revistas online especializados em Finanças.

Eles acompanham todas as mudanças em tempo real, assim você pode entender que decisões tomar para proteger ou investir (muitas mudanças podem ser boas).

Dedique um momento fixo dos seus dias para estas leituras, e isto vai ajudar muito a se atualizar nas notícias que mais impactam seu negócio. Faça uma seleção de fontes e vá eliminando para ter no máximo 3 muito confiáveis.

2 – Que temas financeiros do seu negócio precisam de acompanhamento permanente?

Evidentemente temos de acompanhar tudo em Finanças, pois os fatos se desenvolvem em cadeia. Mas alguns temas certamente são prioritários no dia a dia do seu negócio.

Para muitos, a taxa de câmbio é fundamental – importam e exportam produtos. Para as construtoras, as mudanças nas linhas de crédito imobiliário. Para a maioria das empresas, é preciso estar atualizado sobre o salário mínimo, pois é a base de pagamentos de salários, fornecedores e contribuições.

O mais importante é colar no mural os assuntos que você e sua equipe devem acompanhar mais de perto – e muitas mudanças podem afeta-los sem que a gente perceba.

3 – Participe de eventos, e não só do seu segmento de negócio.

Pode ser um evento setorial onde a sua marca estará exposta. Excelente. Ou um ligado ao setor onde você agregará mais conhecimento. Ótimo.

Ou talvez um evento econômico. Se possível, participe também. Estar nos eventos, do seu setor ou não, ajuda muito a se manter atualizado e ouvir de outros empreendedores e autoridades informações mais objetivas do que está acontecendo.

Não precisa deixar a empresa e frequentar tudo. Mas não desperdice, se tiver a oportunidade de estar.

4 – Invista em seu networking.

Quando começamos a empreender, é natural que parte do networking se distancie, pela afinidade menor com o momento. Mas não devemos permitir que ele se afaste demais.

Ali certamente estão pessoas que também vivem o dia a dia financeiro em outras empresas e estarão sempre dispostas a um café para colocar as novidades em dia. Podem sair ótimas ideias nestes encontros onde não há concorrência.

5 – Qualifique-se sempre.

O mundo financeiro tem muitas rotinas, novas formas de gestão que não conhecemos quando abrimos um negócio. Descobrimos rapidamente, por exemplo, que um Fluxo de Caixa é tão ou mais importante do que saber onde gastamos e quanto ganhamos.

Por este motivo, é fundamental estar sempre se atualizando sobre as técnicas, atuais e novas, de Finanças para entender melhor este mundo e tomar decisões melhores.

 

 

Meatball cupim tenderloin spare ribs picanha jowl

Suspendisse velit sapien, aliquam vitae libero a, ornare porttitor nulla. Fusce malesuada neque id libero sagittis, maximus porttitor odio lacinia. Sed quis malesuada tortor. Sed ac lorem sed tortor sollicitudin porta. Suspendisse pretium dapibus augue, nec dignissim lacus scelerisque non. Aenean tincidunt dolor est, aliquam tempus quam volutpat ac. Fusce ac rhoncus velit, sed convallis orci. Mauris congue fringilla odio iaculis iaculis. Phasellus a felis leo. Nam magna nisi, mollis a tempus a, vehicula quis ante. Donec vel cursus mauris. Nunc viverra orci sit amet sagittis egestas. Sed tincidunt, sem sit amet consectetur tincidunt, tellus dui rhoncus nulla, a vestibulum est elit sit amet ex. Cras aliquam leo magna, at facilisis orci bibendum sit amet. Orci varius natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Nullam tempus tortor nec libero porttitor placerat.