Veja 8 erros que devemos evitar em nosso currículo

Algumas pessoas não sabem o que precisam colocar ou o que devem evitar em um currículo. As dúvidas mais comuns giram em torno da foto, se deve ou não colocá-la, ou a quantidade de páginas que um currículo deve ter.

Todo mundo sabe que o currículo é um instrumento importante para chamar atenção do empregador e conseguir a tão sonhada oportunidade de emprego. Para acabar com algumas dúvidas sobre como elaborar um currículo correto, vamos te dar algumas dicas.

Ausência ou excesso de informações pessoais

Quando o currículo não informa logo de início alguns dados importantes, o recrutador perde o interesse por que terá que demandar mais tempo procurando a informação, que ou não tem ou estar perdida no meio de tantos dados.

O seu currículo não pode deixar de ter informações pessoais como telefone de contato e endereço atualizado, idade, email, entre outros dados que diz respeito a qualificações e experiências profissionais.

Mas algumas informações são desnecessárias como, por exemplo, a numeração da carteira de identidade e do CPF. Dados como esses devem ser fornecidos apenas se forem solicitados pelo entrevistador.

Evite aqueles modelos que contém títulos com definições como ‘Curriculum Vitae’, antes procure deixá-lo uniforme. Um currículo sem um padrão uniforme é um erro, para isso existem os modelos de currículos.

Mentir nas informações

Mentir no currículo é um dos erros mais cometidos por aqueles que desejam uma vaga de emprego. Mas isso não vai ajudar e pior ainda, atrapalha e muito. Então seja claro nas suas informações, inserindo apenas o que você já fez ou está fazendo. Se não, caso você seja escolhido será descoberto.

Omitir informações

Não omita informações. Por exemplo, deixe claro quantos anos estar sem trabalhar, ou sobre a última experiência profissional. Deixe tudo esclarecido para evitar que o entrevistador fique desconfiado. Atualmente, existem muitos modelos de currículos que podem te ajudar nisso.

Escrever errado

A primeira impressão que o empregador vai ter de você, será por meio do seu currículo. Por isso, evite cometer erros de português seja no currículo impresso ou em arquivo de Word. Os erros ortográficos passam a imagem de uma pessoa descuidada, e você pode evitar isso por fazer uma revisão antes do envio.

Não descrever logo seus objetivos

Logo de início, deixe transparente a sua meta profissional e a área que você quer trabalhar. Faça um pequeno relato sobre suas experiências e relate as funções exercidas em cada local que trabalhou.

Resumir demais suas experiências

Esse erro é muito cometido por pessoas que ficam preocupadas com a quantidade das páginas. Não resuma suas experiências, mesmo que para isso você precise adicionar mais uma página ao currículo.

Lembre-se que a equipe de recursos humanos precisa ter informações suas, e isso não vai acontecer se você colocar apenas meia dúzia de palavras no currículo. Por este motivo, coloque todas as suas experiências, preferencialmente em temas.

Dizer o salário que deseja ganhar

Não cometa o erro de dizer no currículo o quanto você quer ganhar. O valor do salário é um assunto para ser conversado no momento da entrevista. Isso pode assustar o recrutador e você pode perder a vaga.

Foto inapropriada

O ideal é não colocar a foto, somente se a empresa pedir. Mas caso você coloque, evite aquelas em que você aparece com parentes, amigos ou em algum evento. A foto ideal é aquela que é formal, preferencialmente com o fundo neutro.

Conheça os melhores bairros do Rio de janeiro

O Rio de Janeiro tem uma grande quantidade de bairros onde se pode morar com muita qualidade de vida.

Certamente, alguns fatores pesam na melhor definição do que é qualidade para cada pessoa – pode ser a segurança, ou a proximidade da praia ou a disponibilidade de serviços.

Podemos considerar que alguns reúnem todas ou a maioria dos fatores que levam as pessoas a escolher um bairro. Conheça os melhores bairros do Rio de Janeiro e você pode fazer a sua próxima escolha de moradia na cidade.

01 – Leblon

Em meio a tantos bairros de alto padrão na Zona Sul, considerada a região mais cara da cidade, o Leblon se destaca por diversos aspectos.

É um bairro com uma ótima localização geográfica; tem uma faixa litorânea e está entre Ipanema e a pedra que dá início à Avenida Niemeyer, criando um efeito de isolamento, sem estar espremido entre dois bairros movimentados .

A praia é a mais tranquila e menos movimentada da orla. O bairro tem ótima infraestrutura de serviços e lazer, além de shopping centers e fácil acesso a diversos bairros, como a Lagoa, a Barra e o Jardim Botânico, além de Ipanema.

02 – Urca

Considero o mais bairro mais charmoso do Rio, a Urca é um recanto bucólico em meio à agitação próxima de Copacabana. Ele é muito pequeno, com ruas estreitas e um clima preguiçoso típico de uma cidade litorânea fora da cidade.

As construções tem limitação grande de gabarito e as casas ainda são maioria no bairro, onde a oferta de imóveis é baixa, não só pelo tamanho como também por ser um bairro basicamente de militares, com filhos e netos herdando e morando. Além disso, a segurança é o ponto forte da Urca em relação a outros bairros.

03 – Botafogo

O bairro de Botafogo reúne todas as funcionalidades que esperamos de um bairro. Ele fica em uma região final da Zona Sul e relativamente agitada, mas com uma área bastante grande e muito comércio e serviço em todas as suas ruas.

Dos belíssimos apartamentos Botafogo é possível ter algumas das melhores vistas da cidade. Tem também uma boa concentração de escolas e algumas faculdades e shopping centers.

Possui uma vida noturna das melhores da cidade, espalhada por várias ruas, entre restaurantes, bares, algumas salas de cinema de rua que ainda resistem (e são ótimas) e o Baixo Botafogo, com uma concentração de bares e muita agitação, importante para a sensação de segurança do bairro.

04 – Recreio

Este é o bairro mais jovem da cidade e que, por este motivo, nasceu de forma planejada, aprendendo as lições de desordenamento da vizinha e gigante Barra da Tijuca.

O Recreio reúne a qualidade de vida em condomínios fechados e também em imóveis a beira-mar com gabarito limitado, mantendo o clima de balneário e ajudando a preservar as joias do bairro: as praias mais remotas e belas da cidade.

Elas são paraísos dos surfistas, algumas têm pouco movimento mesmo nos fins de semana  e todas são ladeadas por grandes áreas de verde preservado. O comércio do bairro cresceu bastante nos últimos anos, além de ser próximo dos shopping centers da Barra. É considerado um bairro seguro.

05 – Leme

Este simpático e pequeno bairro fica localizado antes do começo de Copacabana, na região litorânea da Zona Sul. Seu mar é um dos melhores para o mergulho e possui um clima tranquilo com seus prédios na maioria tradicionais.

É muito procurado por turistas quando querem um refúgio da agitação de Copacabana, para caminhar e aproveitar o jeito preguiçoso de estar no Rio.

 

Qual a principal diferença entre um banco digital e um banco presencial?

O bancos digitais surgiram na esteira de todas as inovações nas relações de comércio dos últimos anos: a virtualização total e comodidade máxima para o cliente.

Eles têm uma proposta muito simples: o cliente tem uma conta bancária onde pode fazer todas as operações básicas de um banco comercial, tem mais liberdade e contar com um suporte mais eficiente na parte de investimentos e não precisar mais ir na agência.

É um modelo que tem crescido bastante em todo o mundo e no Brasil está despertando o desejo de muitas pessoas, especialmente aquelas que não querem ter trabalho presencial algum para resolver seus problemas bancários.

Mas em meio a tantas vantagens, qual a principal diferença entre um banco digital e um banco presencial? É o que veremos a seguir. E se você quer começar com um banco digital você pode abrir uma conta Sofisa.

Existe uma diferença principal entre banco presencial e banco digital?

Podemos dizer que não.

Na verdade, existem dois modelos de negócio muito diferentes, com propostas específicas, e dentro de cada um as características que podem tornar um mais vantajoso que o outro, conforme o perfil do cliente.

A idade é um fator decisivo na escolha do modelo de banco

  1. Pessoas da terceira idade tendem a preferir os bancos presenciais, pois já vivenciam há muitos anos este modelo, baseado no relacionamento com o gerente e os funcionários. E muitos têm dificuldades com o uso da tecnologia – muitos bancos ainda mantém suas equipes de atendimento a clientes para os terminais eletrônicos nas agências.
  2. Jovens são atraídos pelo modelo digital. Nasceram em um mundo onde praticamente não entram mais em lojas físicas – tudo é feito pela internet. Certamente um banco é o último lugar que eles querem ir.

A classe social é um fator decisivo na escolha do modelo de banco

  1. Pessoas de maior poder aquisitivo preferem o modelo digital, pois sabem que o relacionamento com o gerente, hoje em dia, se resume a scores de produtos na conta e raramente os gerentes atendem nas agências.
  2. Já as pessoas de menor poder aquisitivo ainda dependem muito de saques e cheques para o comércio, dois itens onde o banco presencial ainda é imbatível para que realmente precisa.

Quais as vantagens de um banco digital?

De uma forma geral, os bancos digitais atendem o principal: tarifas muito baixas ou até nenhuma em alguns bancos.

Isso se deve à ausência de estrutura física de agências, de grande número de funcionários e equipamentos – o banco digital tem um número pequeno de pessoas e pode funcionar até mesmo em uma sala comercial, já que tudo dele se resume aos sistemas e aplicativos que são criados.

Outro aspecto importante é a comodidade: tudo se resolve pela internet, usando o site e o aplicativo do banco. Até mesmo um depósito em cheque pode ocorrer digitalmente.

E por fim, os correntistas tem a grande liberdade de usar todos os serviços oferecidos e principalmente os de investimentos – praticamente todos os bancos digitais foram criados a partir de bancos de investimento, o que resulta em ferramentas digitais mais simples e seguras para os produtos financeiros.

 

4 suplementos naturais para ajudar no seu condicionamento físico!

Todos nós sabemos que uma alimentação balanceada, noites de sono reparador e muito consumo de água formam um conjunto infalível para quem deseja praticar exercícios e ganhar condicionamento físico.

Mas a realidade, para muitas pessoas, costuma ser bem diferente:

  • Não conseguir alimentar-se diariamente desta forma, gerando carências de vitaminas e minerais por causa da rotina cheia de compromissos e volume de trabalho, levando junto o consumo de água, cada vez mais restrito dentro do dia.
  • Os problemas e desafios tomando mais espaço da mente e piorando a qualidade do sono.
  • Deixar maus alimentos – excesso de açúcar para ganhar energia, produtos industrializados – entrarem na dieta, sabotando a disposição e prejudicar os treinos.

Os suplementos naturais surgiram para ajudar a suprir o organismo dos nutrientes que ficam perdidos no meio da dieta e com isso ajudam a potencializar. Vamos falar de 4 suplementos naturais para ajudar no seu condicionamento físico e melhorar os seus treinos.

01 – Maca Peruana

Este tubérculo originado dos Andes Peruanos transformou-se numa das estrelas da suplementação natural nos últimos anos. Muitas pessoas conhecem seus efeitos comprovados na melhoria do desejo sexual e no auxílio ao emagrecimento.

Porém, ela também atua em uma série de outros benefícios, pela grande quantidade de nutrientes que possui – vitaminas, minerais, fibras e outros.

Tem o efeito revigorante e ajuda no aumento da força e da resistência muscular. Além disso, protege o coração com seu efeito regular do mau colesterol e vasodilatador, além de elevar as taxas do bom colesterol.

Também ajuda no controle das gorduras no sangue e da hipertensão, e tudo isso se traduz em um organismo com uma circulação sanguínea com qualidade, com efeitos imediatos no condicionamento físico.

02 – Whey Protein

Grande estrela dos últimos anos nas academias, o Whey Protein é a proteína extraída do soro do leite e que é rapidamente digerida pelo organismo.

Tem grandes quantidades de aminoácidos essenciais e concentrações de diversos nutrientes que geram energia para o funcionamento do corpo, melhorando o performance física e protegendo a atividade cardiovascular.

Também é indicado para elevar os níveis de força, prevenir a perda de músculos, e aumentar o ganho de massa muscular durante os treinos pesados.

03 – Tribulus

Conhecida cientificamente como Tribulus Terrestris, essa erva medicinal, muito consumidas na Índia e na China, possui diversas e importantes propriedades para a saúde.

 

Veja para que serve o tribulus é considerada um anabolizante natural – e está muito longe das fórmulas anabolizantes tradicionais, por ser consumida a partir apenas do extrato da planta. Mas a comparação se dá pel       a alta concentração do hormônio testosterona, devido à presença e reação de diversas substâncias.

Além disso, ela pode ajudar a controlar a pressão arterial, reduzir os triglicerídeos e ajudar no ganho de massa muscular. E atua também na redução do inchaço, por sua propriedade diurética, o que elimina um grandes desconforto durante os treinos, aumentando a disposição.

04 – Albumina

Também bastante conhecida nas academias, é a proteína isolada da clara do ovo, com alto valor biológico. Em nosso organismo, a albumina é a principal proteína no sangue.

Tem a propriedade de ajuda no ganho de massa muscular, na perda de peso, proporciona a saciedade por ser rica em proteínas que têm uma digestão mais lenta.

Portanto, a albumina é tratada somo suplemento alimentar natural para pessoas que praticam esportes e outras atividades físicas.

 

Conheça alguns alimentos que despertam o desejo sexual

Você tem vivido aqueles dias em que a cama convida você para… um sono reconfortante? Há algum tempo que a cama tem sido companheira apenas dos seus sonos?

Sua situação é muito mais comum do que podemos imaginar: a perda de desejo sexual. E ela pode ocorrer pelos mais variados motivos:

  • Obesidade: ela naturalmente tira a disposição física, afeta toda a circulação sanguínea, que é fundamental para o funcionamento de todos os órgãos, especialmente os sexuais, e abala a autoestima;
  • Estresse com a vida agitada e cheia de estresses;
  • Traumas como separações, falecimentos e o desemprego;
  • Má alimentação, rica em gorduras e com sal e açúcar em excesso;
  • Uso de determinados medicamentos.

Mas pode ser que a surpresinha da sex shop ou a noite em um motel não sejam as melhores opções neste momento: uma alimentação que atue na libido pode ser mais eficaz, e os acessórios nem serão notados.

Conheça alguns alimentos que despertam o deseje sexual e prepare-se para emoções fortes – e muito positivas.

01 – Abacate

Ele é indicado para prevenir doenças cardíacas, envelhecimento precoce, ou seja: um alimento multifuncional e surpreendente, afinal até tempos atrás ele era crucificado por ser fonte de gorduras.

Porém, suas gorduras monoinsaturadas são benéficas para ter um coração e uma circulação sanguínea saudáveis – pontos básicos para o funcionamento motor de tudo que envolve o desejo sexual em termos físicos.

Também é fonte de potássio e vitaminas B6 e E.

02 – Peixes gordos

Os peixes gordos – salmão, atum, sardinha – são ótimas fontes de ácidos graxos Ômega 3 que não só previnem o aumento de radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce, mas aumentam os níveis de dopamina, melhorando a circulação e o fluxo sanguíneos.

Esses peixes são ricos em proteínas e fontes de vitamina B6 que ajuda na proteção do sangue. Recomenda-se consumir de forma que são sejam em frituras.

Se você precisa de algo que faça mais efeito e que gere mais disposição, você pode utilizar o Dhea 50mg.

03 – Chocolate

É rico em flavonoides que atuam no relaxamento dos vasos sanguíneos e na melhoria do fluxo de sangue – fundamental para o funcionamento sexual motor.

Além disso, ele tem a propriedade de aumentar os níveis de serotonina e dopamina no cérebro, são neurotransmissores ligados à felicidade e elevam o bom humor.

O ideal é o consumo da verão amarga do chocolate – mais rico nos componentes e com menos açúcar e gordura – ou o pó do cacau.

04– Sementes de abóbora

É um alimento riquíssimo em nutrientes: ferro, potássio, proteínas e zinco.

Seus benefícios são a cicatrização de férias, a saúde ocular, e na função imunológica. Por outro lado, o baixo nível ou ausência do zinco baixa a testosterona e afetar diretamente o desejo sexual.

Estudos atestam que 30 miligramas de zinco diárias são o suficiente para reequilibrar a testosterona e devolver o desejo sexual. Você pode consumir as sementes de abóbora em saladas ou puro, pois tem um sabor agradável – muitas pessoas usam como petisco de bares.

05 – Uvas

Quanto mais radicais livres no organismo, menor o desejo sexual. E esta relação pode ser rompida com o consumo de uvas.

Elas controlam os níveis de radicais livres. O ideal é mastigar a fruta com a casca e as sementes, portanto prefira as espécies onde isso seja possível – em algumas a casca costuma provocar indigestão.

 

 

Dicas para conscientizar seus funcionários a reciclar seus lixos!

A consciência com o meio ambiente deixou de ser algo desejável no pensamento das pessoas e hoje é algo obrigatório.

Estamos aceleradamente produzindo lixo em todo o mundo e precisamos reaproveitar a maior parte possível dele – a reciclagem. Transformar parte do lixo em novos produtos e assim não só melhorar a qualidade de vida, mas também movimentar um mercado e ajudar a gerar empregos.

Mostrar para seus funcionários a importância da reciclagem do lixo é um passo muito importante pela qualidade de vida de todos na empresa e para contribuir por uma vida em sociedade melhor.

Mas por onde começar? E como fazer para manter? Pensando nessas dúvidas, separei algumas dicas para conscientizar seus funcionários a reciclar seus lixos.

Dica 1: Cultura da Reciclagem na sua empresa com informação de qualidade

Todas as pessoas já ouviram falar e já se depararam com locais e outras empresas que praticam a coleta seletiva. Certamente não é um assunto difícil delas entenderem.

De uma forma geral, sim. Porém, fazer a coleta seletiva no dia a dia é apenas um dos aspectos – sem dúvida um dos principais – e a Reciclagem é um tema que merece conhecer profundamente para ver o alcance social e econômico dela.

Convide duas autoridades no assunto – um ambientalista ou biólogo e um especialista no mercado de Reciclagem – para mostrar toda a cadeia, desde a necessidade para melhorar a vida no planeta até os empregos que a Reciclagem gera no Brasil e no mundo.

Sem dúvida, será uma ótima oportunidade dos seus funcionários compreenderam a amplitude do assunto e se engajarem.

Dica 2: Cultura da Reciclagem na sua empresa com um Programa

Se tem algo que os funcionários entendem bem, são as ações que são baseadas em um programa estruturado.

A Reciclagem em uma empresa deve ser planejada com cuidado para que não caia em descrédito ou na falta de comprometimento de alguns funcionários.

O ideal, então, é criar um grupo de trabalho, um Comitê da Reciclagem e com ele traçar todos os passos que serão usados para implementar a ideia, e basicamente são:

  • Que equipamentos de descartes que são usados (lixeiras, contêineres, etc).
  • A quem os materiais recicláveis serão entregues.
  • Definir a campanha de conscientização.

Dica 3: Cultura da Reciclagem na sua empresa precisa de alto patrocínio

Quantas boas campanhas, dos mais variados assuntos, as empresas incentivam mas se perdem pelo caminho por falta de identificação real da empresa com a causa?

Pouco adianta tentar instituir a Reciclagem na empresa se a alta diretoria não patrocinar a ideia de forma clara e sincera.

O engajamento real do presidente e de diretores, com mensagens e até vídeos ressaltando a importância e incentivando a Reciclagem tem um efeito grande no comprometimento das equipes

Dica 4: Cultura da Reciclagem na sua empresa a campanha de conscientização

Essa é a hora de buscar o engajamento das equipes.

E nada melhor do que enviar aos funcionários conteúdos interessantes sobre os números da Reciclagem, os benefícios para a sociedade e também as novidades sobre a implantação do programa.

Esta atualização constante ajuda a tornar a Reciclagem uma política dentro da empresa. Crie um canal direto, uma página no site ou blog da empresa sobre Reciclagem onde estejam todas as dúvidas e os funcionários possam fazer outras.

Ainda existe muita desinformação sobre Reciclagem no Brasil, é a hora de desmistificar o assunto.

Dica 5: Cultura da Reciclagem na sua empresa com resultados

Em uma empresa, o que mede a eficiência de tudo que se faz? Números.

Procure formas de medir a evolução do programa – quilos separados por material, por exemplo. Ligar estes números a ganhos de pessoas que trabalham com Reciclagem no mercado é uma boa forma de valorizar a atitude e mostrar o alcance social da Reciclagem.

Como uma opção interessante em um programa interno de Reciclagem, você também pode contratar para sua empresa um serviço de descarte de resíduos.