O que é a Renda Fixa e Como Começar com Esse Investimento?

O que é a Renda Fixa e Como Começar com Esse Investimento? (Foto: internet)

Quem busca manter o seu dinheiro bem investido para conseguir aproveitar futuramente, precisa conhecer o investimento renda fixa. Esse é um dos melhores investimentos para conseguir poupar e depois conseguir investir com maior segurança, sendo algo que tem sido muito procurado.

Hoje em dia, muitas pessoas acabam aplicando o seu dinheiro na poupança, mas essa é uma maneira de apenas poupar dinheiro, sem fazer com que ele consiga crescer. Existem modalidades de investimentos que podem garantir uma boa reserva de dinheiro para conseguir ganhar ainda mais futuramente.

Como funciona o investimento renda fixa?

O que é a Renda Fixa e Como Começar com Esse Investimento? (Foto: internet)
O que é a Renda Fixa e Como Começar com Esse Investimento? (Foto: internet)

A renda fixa é uma modalidade de investimento em que as pessoas podem conhecer ou prever como vai ser a rentabilidade, antes de começar a realizar a sua operação. Diferente de outras rendas variáveis, como é o caso da Bolsa de Valores, a rentabilidade desse negócio não é garantida, ainda podendo trazer prejuízos.

Para o investimento renda fixa não vai existir mistério algum, pois é bem simples de entender. O investidor vai contar também com o Fundo Garantidor de Crédito, sendo uma boa segurança. A rentabilidade da Renda Fixa é muito boa, rendendo melhor do que uma poupança.

Os bancos, instituições financeiras e até o governo precisam de recursos para conseguir financiar os seus projetos e continuar as suas atividades. É nesse ponto de captação de recursos que o investimento renda fixa está presente.

Para conseguir investir na renda fixa e entender o seu funcionamento é como se o seu dinheiro fosse emprestado para uma dessas instituições. Eles vão utilizar o seu dinheiro para poder financiar as atividades, e em troca, vão devolver o dinheiro com uma boa porcentagem de taxas de juros.

A melhor parte da renda fixa é que existem diferentes tipos de títulos. Por isso, existem grandes possibilidades de investimentos diferentes para poderem serem feitos. É possível escolher um título que tenha mais a ver com você, com seus objetivos e com o momento que você vive, combinando com outras modalidades também.

Tipos de renda fixa

Uma maior diversificação é uma maneira de conseguir ter maior rentabilidade e também segurança. Conhecer os diferentes tipos de investimentos pode ajudar a fazer uma boa escolha para começar a investir. Escolhendo o melhor título para os seus objetivos é bem importante.

Como existem diferentes tipos de títulos para renda fixa, fica a escolha de cada um escolher um que faça mais sentido naquele momento. Existem os títulos que são emitidos pelos bancos, financeiras e os títulos emitidos pelo governo.

Com opções muito boas para cada um desses tipos, é possível escolher o que tem a melhor rentabilidade ou aquele que tem mais a ver com você. As menores instituições acabam oferecendo também as melhores rentabilidades de investimento renda fixa por não contarem com publicidade e assim precisarem de investidores.

Para começar a investir, não é preciso também começar a abrir conta em diversas instituições para poder participar. É possível contar com uma corretora de valores, onde ela vai ajudar a escolher aplicar o seu dinheiro nos diferentes títulos disponíveis, ou usando a sua conta também.

4 dicas de como começar seu próprio negócio agora mesmo!

Está com uma grana guardada, quer empreender e não sabe o que fazer? Confira neste post 4 dicas de como começar seu próprio negócio agora mesmo!

O medo de arriscar o dinheiro que levou tempo para poupar é mais comum do que você imagina. Algumas pessoas preferem ter apego e serem cautelosos nesse momento de decisão, mas pensar que é para dar um Up na vida e se imaginar vivendo isso é mais empolgante do que qualquer apego.

O mais importante para começar seu próprio negócio é ter brilho nos olhos e estar entusiasmado com a ideia. Se é algo que você está sonhando já faz um tempo, anda se imaginando e cultivando essa ideia dentro de você, é porque de fato você quer isso.

Se você já sabe qual é a sua paixão e se sente preparado para montar seu próprio negócio, agora é a hora de colocar a mão na massa. Confira essas 4 dicas de como começar:

Planeje seu negócio

O primeiro passo para realizar esse sonho é planejar o seu negócio. É o momento de você pensar em cada detalhe. É um serviço ou um produto? Será físico ou online? Qual o ponto ou qual a plataforma? Precisará de colaboradores?

Esse é o momento em que você deve avaliar toda a burocracia necessária para abrir seu negócio, conferir legislação e tudo que ele demanda, como suprimentos, internet, telefone, entre outros.

Defina suas parcerias e fornecedores

É preciso definir muito bem quem estará com você nessa jornada, pessoas e oportunidades que terão o mesmo comprometimento que você.

Se você for precisar de contratar pessoas para trabalhar com você, é preciso avaliá-las muito bem por meio de um processo seletivo, testando seus conhecimentos, analisando seu comportamento e questionando o que for pertinente para a empresa.

Caso precise de fornecedores em seu negócio, é preciso saber negociar preço, prazo de entrega, avaliar o produto, entre outras questões. Se você trabalha produzindo bolsas de corino para vender pela internet, por exemplos, você precisa correr atrás de fornecedores de que tenham qualidade e preço bom.

Pesquise sobre o mercado

Se você quer entrar nisso de cabeça, é bom entender muito bem o que está fazendo, portanto comece a estudar. Faça uma pesquisa profunda sobre o seu nicho de mercado e se torne um expert no assunto.

É legal também acompanhar tendências e ver o que será novidade, para já se programar para esses momentos que aquecem o mercado. E não fique preocupado caso o mercado seja competitivo, isso significa que é um nicho que tem espaço para todo mundo, e você também pode se dar bem!

Analise os concorrentes

Dentro da pesquisa de mercado que irá fazer, pesquise sobre quem são seus concorrentes diretos e indiretos. A análise de concorrentes é fundamental para manter a competitividade e melhorar seu serviço e processos.

Avalie o ambiente, os produtos e serviços ofertados, como divulgam seu negócio, quais tipos de desconto eles oferecem, seus pontos positivos e fracos, atendimento, ticket médio, entre outras observações que você pode fazer.